PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA: REVISÃO INTEGRATIVA

  • Edirlei Machado DOS-SANTOS Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS-CPTL)
  • Renan da Cunha Soares Júnior Universidade Católica Dom Bosco - UCDB
  • Adriana Luís Sartoreto Mafra Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul.
  • Gislaine Machado dos Santos Secretaria Municipal de Saúde de Paragominas-PA.
Palavras-chave: Serviços de Saúde Mental, Atenção primária à saúde, Estratégia saúde da família

Resumo

Trata-se de um estudo de revisão integrativa, cujo objetivo foi analisar publicações na base de dados LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), acerca da relevância existente entre a Saúde Mental e Atenção Básica, bem como as fragilidades para a produção do cuidado em saúde mental, evidenciadas por meio de produções científicas brasileiras. Foram selecionados 10 artigos, de um total de 39 referências encontradas. Os estudos demonstram a relevância das equipes da Atenção Básica em relação à assistência aos usuários com transtornos psíquicos e sua família, no entanto, apontam para a necessidade de superação de conceitos organicistas e centrados na lógica da exclusão ainda presentes nos processos de trabalho das equipes de Atenção Básica, bem como, para a necessidade de ampliação e melhoria nos processos formativos dos profissionais que atuam nos serviços primários de saúde, com vistas ao fortalecimento do acolhimento e vínculo, numa relação profissionais-usuários/família.

Biografia do Autor

Edirlei Machado DOS-SANTOS, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS-CPTL)

Enfermeiro. Especialista em Saúde Pública e em Saúde Mental. Doutor em Enfermagem. Pesquisador do Núcleo de Epidemiologia e Saúde Coletiva (NESC) do Instituto Multidisciplinar em Saúde (IMS) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e do Núcleo de Pesquisa e Estudos Qualitativos em Saúde (NUPEQS) da Faculdade de Enfermagem (FEnf) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor Adjunto do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS-CPTL).

Renan da Cunha Soares Júnior, Universidade Católica Dom Bosco - UCDB

Psicólogo. Mestre em Psicologia. Coordenador do Curso de Psicologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

Adriana Luís Sartoreto Mafra, Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul.

Enfermeira. Especialista em Saúde Pública. Professora do Curso de Enfermagem das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul-SP.

Gislaine Machado dos Santos, Secretaria Municipal de Saúde de Paragominas-PA.

Enfermeira. Especialista em Enfermagem do Trabalho. Enfermeira Coordenadora da Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS) da Secretaria Municipal de Saúde de Paragominas-PA.

Referências

BENEFIELD, L. Implementing evidence-based practice in home care. Home healthcare now. v. 21, n. 12, dez, 2003, p. 804-11. Disponível em: . Acesso em: abr. 2017.

BEZERRA, I. C. et al. “Fui lá no posto e o doutor me mandou foi pra cá”: processo de medicamentalização e (des)caminhos para o cuidado em saúde mental na atenção primária. Interface Comunicação Saúde Educação. v. 18, n. 48, 2014. p. 61-74. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622013.0650>. Acesso em: abr. 2017.

BONFADA, D.; GUIMARÃES, J.; BRITO, A. A. C. Concepções de profissionais de saúde de atendimento móvel quanto à urgência psiquiátrica. REVRENE – Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste. v. 13, n. 2, 2012. p. 309-20. Disponível em: <http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/12363/1/2012_art_dbonfada.pdf>. Acesso em: abr. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde mental / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Brasília: Ministério da Saúde; 2013.176 p. Cadernos de Atenção Básica n. 34. Disponível em: <http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/caderno_34.pdf>. Acesso em: abr. 2017.

COSTA, G. M. C.; CELINO, S. M.; COURA, A. S. Saúde-doença mental na atenção primária: uma prática assistencial em construção. Revista de APS – Atenção Primária à Saúde. v. 15, n. 4, out/dez, 2012. p. 479-85. Disponível em: <https://aps.ufjf.emnuvens.com.br/aps/article/view/1649/680>. Acesso em: abr. 2017.

DOS-SANTOS, E. M. Representações Sociais sobre o cuidado em saúde mental na atenção básica: percepções de enfermeiros da estratégia saúde da família. (Tese) Doutorado em Enfermagem. 279f. Faculdade de Enfermagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP. Disponível em: <http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/283867/1/Dos-Santos_EdirleiMachado_D.pdf>. Acesso em: abr. 2017.

GAZIGNATO, E. C. da S.; SILVA, C. R. de C. e., Saúde mental na atenção básica: o trabalho em rede e o matriciamento em saúde mental na estratégia saúde da família. Saúde em Debate. v. 38, n. 101, abr/jun, 2014. p. 296-304. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042014000200296&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

HIRDES, A.; SCARPARO, H. B. K. O labirinto e o minotauro: saúde mental na atenção primária à saúde. Ciência & Saúde Coletiva. v. 20, n. 2, 2015. p. 383-93. Disponível em:

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000200383&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

HIRDES, A. A perspectiva dos profissionais da atenção primária à saúde sobre o apoio matricial em saúde mental. Ciência & Saúde Coletiva. v. 20, n. 2, 2015. p. 371-82. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000200371&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

HIRDES, A. Centro Comunitário de saúde mental de São Lourenço do Sul: resgatando possibilidades de reabilitação psicossocial. 2000. 193 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde, Florianópolis. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/78738/173188.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: abr. 2017.

LIMA, A. I. O. et al. O desafio da construção do cuidado integral em saúde mental no âmbito da atenção primária. Temas em Psicologia. v. 21, n. 1, 2013. p. 71-82. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2013000100005&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. de C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. v. 17, n.4, out/dez, 2008. p. 758-64. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/18.pdf>. Acesso em: abr. 2017.

MERHY, E.E; FRANCO; T.B. Por uma composição técnica do trabalho em saúde centrado no campo relacional e nas tecnologias leves: apontando mudanças para os modelos tecnoassistenciais. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 27, n. 65, p. 316- 323, set./dez. 2003. Disponível em: <http://www.uff.br/saudecoletiva/professores/merhy/indexados-14.pdf>. Acesso em: abr. 2017.

MINOZZO, F. et al. Grupos de saúde mental na atenção primária à saúde. Fractal: Revista de Psicologia. v. 24, n. 2, ago. 2012. p. 323-40. Disponível em:

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-02922012000200008&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

MOLINER, J. de.; LOPES, S. M. B. Saúde mental na atenção básica: possibilidades para uma prática voltada para a ampliação e integralidade da saúde mental. Saúde e Sociedade. v. 22, n. 4, dec. 2013, p. 1072-83. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902013000400010&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

MORAIS, A. P. P.; TANAKA, O. Y. Apoio matricial em saúde mental: alcances e limites na atenção básica. Saúde e Sociedade. v. 21, n. 1, mar. 2012. p. 161-70. Disponível em:

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902012000100016&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

MWAPE, L. et al. Integrating mental health into primary health care in Zambia: a care provider’s perspective. International Journal of Mental Health Systems. v. 4, jul. 2010, article 21. 9 p. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1186/1752-4458-4-21>. Acesso em: abr. 2017.

NOLAN, E.; HEWISON, A. Teamwork in primary care mental health: a policy analysis. Journal of Nursing Management. v. 16, n.6, set, 2008. p. 649-61. Disponível em: <https://doi.org/10.1111/j.1365-2934.2007.00766.x>. Acesso em: abr. 2017.

POLIT, Denise.; BECK, Cheryl Tatano. Using research in evidence-based nursing practice. In: POLIT, Denise.; BECK, Cheryl Tatano. (Ed.). Essentials of nursing research: methods, appraisal and utilization. Philadelphia (USA): Lippincott Williams & Wilkins, 2006. p. 457-94.

RODRIGUES, E. da S.; MOREIRA, M. I. B. A interlocução da saúde mental com atenção básica no município de Vitória/ES. Saúde e Sociedade. v.21, n.3, set. 2012, p. 599-611. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902012000300007&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

RODRIGUES, M. P.; LIMA, K. C. de.; RONCALLI, A. G. A representação social do cuidado no programa saúde da família na cidade de Natal. Ciência & Saúde Coletiva. v.13, n. 1, fev. 2008, p. 71-82. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232008000100012&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

TESSER, C. D.; POLI NETO, P.; CAMPOS, G. W. de S. Acolhimento e (des)medicalização social: um desafio para as equipes de saúde da família. Ciência & Saúde Coletiva. v. 15, supl. 3, nov. 2010, p. 3615-24. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000900036&lng=en&nrm=iso> Acesso em: abr. 2017.

VILLELA, J. C.; MAFTUM, M. A.; PAES, M. R. O ensino de saúde mental na graduação de enfermagem: um estudo de caso. Texto & Contexto Enfermagem v. 22, n. 2, jun. 2013, p. 397-406. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072013000200016&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: abr. 2017.

WAITZKIN, H. et al. Promotoras as mental health practitioners in primary care: a multi-method study of an intervention to address contextual sources of depression. Journal of Community Health. v. 36, n. 2, abr. 2011. p. 316-31. Disponível em: <https://doi.org/10.1007/s10900-010-9313-y>. Acesso em: abr. 2017.

Publicado
2018-08-22
Como Citar
DOS-SANTOS, E., Soares Júnior, R., Mafra, A., & Santos, G. (2018). PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA: REVISÃO INTEGRATIVA. UNIFUNEC CIÊNCIAS DA SAÚDE, 2(3), 38-52. https://doi.org/10.24980/rfcenf.v2i3.2377