O CONHECIMENTO DOS ENFERMEIROS SOBRE GERENCIAMENTO DE CONFLITOS EM UM HOSPITAL DE MÉDIO PORTE DO INTERIOR DE SÃO PAULO – SP

  • Taise Jordão ZANZARINI Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Nathalia Silva AMARAL Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Thais Regina LEDESMA Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Edzangela de Almeida BEZERRA Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
Palavras-chave: Conflitos, Enfermagem, Gerenciamento

Resumo

O objetivo do presente estudo é analisar o conhecimento dos enfermeiros de um hospital de médio porte do interior do estado de São Paulo, sobre Gerenciamento de conflitos em Enfermagem. Trata-se de uma pesquisa de campo exploratória quantitativa e teve como cenário um hospital de médio porte do interior do estado de São Paulo. Os participantes foram enfermeiros de ambos os sexos, sem limite de faixa etária que assinaram o termo de consentimento em participar da pesquisa e que não estavam de férias ou afastados. Diante dos dados apresentados em nossa pesquisa, evidenciamos como pontos principais que 75% dos enfermeiros não se sentem plenamente preparados para lidar com situações de conflitos, mesmo assim 68,75% nunca buscaram capacitação na área, o que acaba por agravar o problema, pois 93,75% dos enfermeiros acreditam que os conflitos têm uma importância significativa dentro do processo de trabalho das equipes. Observamos também que se trata de profissionais experientes. Sabe-se ao final deste trabalho que os conflitos são frequentes e os enfermeiros ainda lidam com eles sem fundamentação teórica que os ajude a gerenciar, efetivamente e de forma profissional, as demandas geradas no ambiente de trabalho, o que pode influenciar negativamente no clima organizacional.

Referências

AMESTOY, S. C. et al. Gerenciamento de conflitos: desafios vivenciados pelos enfermeiros-líderes no ambiente hospitalar. Revista Gaúcha de Enfermagem, Pelotas, n.35, jun, p.79-85, 2014. Disponível em: . Acesso em: 21 de agosto 2016.

GAIDZINSKI, R. R. et al. Liderança: aprendizado contínuo no gerenciamento em Enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília (DF), v.57, n.4, p.464-6, jul-ago. Disponível em: . Acesso em: 28 outubro 2016.

GOMES, C. B. et al. O enfermeiro frente ao desafio do gerenciamento de conflitos na equipe de enfermagem. Seminário Internacional sobre o trabalho na enfermagem, Porto Alegre, n.3, v.34, 2011. Disponível em: . Acesso em 16 de setembro 2016.

MARQUIS, B. L.; HUSTON, C. J. Administração e liderança em enfermagem: teoria e prática. 8. ed. Porto Alegre: Artmed, 2015.

SPAGNOL, C. A. et al. Vivenciando situações de conflito no contexto da enfermagem: o esquete como estratégia de ensino-aprendizagem. Belo Horizonte: Escola Anna Nery, 2013. Disponível em: . Acesso em: 22 setembro 2016.

VENDEMIATTI, M. et al. Conflito na gestão hospitalar: o papel da liderança. Ciência e Saúde Coletiva, v.15 (Supl. 1), p.1301 – 14, 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 outubro 2016.
Publicado
2018-03-22
Como Citar
ZANZARINI, T., AMARAL, N., LEDESMA, T., & BEZERRA, E. de A. (2018). O CONHECIMENTO DOS ENFERMEIROS SOBRE GERENCIAMENTO DE CONFLITOS EM UM HOSPITAL DE MÉDIO PORTE DO INTERIOR DE SÃO PAULO – SP. UNIFUNEC CIÊNCIAS DA SAÚDE, 1(2), 38-45. https://doi.org/10.24980/rfcenf.v1i2.2283