REVISTA FUNEC CIENTÍFICA - MULTIDISCIPLINAR - ISSN 2318-5287 https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc <p>A Revista Funec Científica – Multidisciplinar é uma publicação semestral, do Centro Universitário de Santa Fé do Sul - SP (UNIFUNEC).</p> <p>INDEXADA NO GOOGLE ACADÊMICO, LATINDEX E PORTAL DA CAPES.</p> CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SANTA FÉ DO SUL, SP - UNIFUNEC pt-BR REVISTA FUNEC CIENTÍFICA - MULTIDISCIPLINAR - ISSN 2318-5287 2236-4315 ANÁLISE MICROBIOLÓGICA E FÍSICO-QUÍMICA DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO DA CIDADE DE SANTA FÉ DO SUL– SP https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2331 <p>A qualidade e eficácia de uma estação de tratamento de esgoto (ETE) é regulamentada de acordo com os parâmetros físicos, químicos e microbiológicos. A qualidade do efluente final deve passar por um controle rigoroso quanto aos padrões pré-estabelecidos, diminuindo os riscos ambientais. Embora a ETE de Santa Fé do Sul seja monitorada pela CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) um estudo científico sobre sua eficácia nunca foi realizado. O presente trabalho objetivou avaliar a eficácia do tratamento de esgoto de uma Estação de Tratamento de Santa Fé do Sul/ SP como forma de analisar impactos resultantes no ambiente. Para isso, foram analisadas amostras de três pontos da ETE: chegada do esgoto, lagoa de depuração e efluente. Verificou-se a contaminação microbiológica pelo análise das unidades formadoras de colônias (UFC) em meio de cultura, pH, Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) e condições físicas do local. Em relação a DBO, o esgoto recebido é classificado como forte (DBO maior que 400 mg/L). O efluente (tratado) apresentou DBO 210 mg/L, com redução inferior a 60 mg/L ou inferior a 80% em relação ao inicial, &nbsp;sendo inapto para lançamento no ambiente. O pH variou entre 7 e 9, estando dentro dos valores permitidos pela legislação vigente. A contaminação microbiana apresentou índices maiores do que o permitido pela legislação (10<sup>9</sup>-10<sup>10 </sup>UFC/100mL). As bactérias predominantes foram principalmente bacilos gram-negativos. Os resultados indicam que o efluente da ETE analisada não está apto para lançamento, devendo o seu tratamento ser adaptado a fim de evitar impactos ambientais.</p> Caio Fernando DIAS Érick Vinícius Leonel PEREIRA Vinicius Marcolino DIAS Andreia Estela Moreira de SOUZA ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 2 12 10.24980/rfcm.v6i8.2331 AVALIAÇÃO FUNCIONAL DO PORTADOR DE SÍNDROME DE PARKINSON: UMA REVISÃO INTEGRATIVA https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2356 <p>RESUMO Doença de Parkinson é uma afecção degenerativa e progressiva do sistema nervoso central, caracterizada por alterações motoras. O desenvolvimento da doença, ocorre degeneração dos neurônios da substância negra, ocasionando perdas sensório-motoras. Os principais sintomas que acometem indivíduos com DP são: tremores em repouso, bradicinesia, rigidez, alterações posturais. A pesquisa integrativa, inclui análise dos resultados relevantes que ofereceram suporte para tomadas de decisões e a melhora da pratica clínica, possibilitando a síntese do estado do conhecimento de um assunto selecionado. O objetivo desta pesquisa trata-se de uma revisão integrativa sobre avaliação funcional em portadores de síndrome de Parkinson, e fornecer subsídios teóricos, para atuação dos profissionais de fisioterapia. O levantamento dos dados deste estudo, foi realizado por meio de bancos de dados do LILACS (Sistema Latino Americano e do Caribe de Informações em Ciências da Saúde), o qual foram encontrados 418 artigos, 09 selecionas; no SCIELO (Scientific Eletronic Library Online) foram encontrados 1.087 e 06 selecionados. A revisão de literatura pesquisada foi no período de fevereiro a julho de 2016. Empregou-se os seguintes descritores: Doença de Parkinson; Fisioterapia e Parkinson; Avaliação Funcional. Entretanto, indivíduos com Parkinson apresentam desordens motoras e emocionais que podem gerar incapacidades consideráveis em todas fases da doença; redução da velocidade para realizar movimentos e baixa aptidão física estão presentes em indivíduos com DP em fases iniciais e moderada da doença e não apenas em fases avançadas. Estas alterações interferem nas habilidades funcionais diárias destes indivíduos, sendo possível uma intervenção fisioterapêutica específica, a fim de melhorar habilidade neuromotoras.</p> <p>Descritores: Doença de Parkinson. Fisioterapia x Parkinson. Avaliação Funcional.</p> Ana Karoline Satélis dos SANTOS Pamela Guedes dos Santos SOUZA Thaisa Fernanda Queiroz SOUZA ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 13 22 10.24980/rfcm.v6i8.2356 CARACTERÍSTICAS FITOTERAPÊUTICAS DA ALOE VERA https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2237 <p><strong>SOUZA, J. R. S.; SILVA</strong><strong>, R. H.</strong>&nbsp;<strong>AS CARACTERÍSTICAS FITOTERAPÊUTICAS DA ALOE VERA</strong>. 2015. 21f. Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Biológicas das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul – FUNEC. Santa Fé do Sul – SP, 2015.</p> <p align="center"><strong>&nbsp;</strong></p> <p>A fitoterapia é a utilização de plantas para tratamento de enfermidades. Essa técnica de tratamento evolui-o junto com a espécie humana, mas sem perder a forma tradicional de preparo, que é passado de geração a geração. No Brasil, por ser um país multicultural, ocorrem muitas maneiras de preparo para a mesma planta, como é o caso da <em>Aloe vera,</em> conhecida popularmente como babosa. Este estudo tem como referência a pesquisa descritiva exploratória bibliográfica com o objetivo descrever as características terapêuticas da <em>Aloe vera</em>, planta originaria de regiões tropicas e utilizada a milhares de anos pela humanidade para fins terapêuticos ou estéticos. Foram catalogadas mais de 300 espécies, porém as com maior utilização são as espécies <em>Aloe arborescens e Aloe barbadensis. </em>No gel mucilaginoso do interior de suas folhas é encontrado um complexo de substancias como vitaminas, aminoácidos e polissacarídeos; que são responsáveis pela ação cicatrizante, antimicrobiana, anti-inflamatória, imunomoduladora, antioxidante e hidratante. Atualmente vem sendo utilizada na fabricação de cosméticos, produtos de limpeza, pomadas e sucos nutritivos. Apesar de muitos pesquisadores defenderem o uso da babosa e seus poderes terapêuticos, em novembro de 2011 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibiu a comercialização de produtos à base da <em>Aloe vera </em>para fins alimentícios, alegando que não há comprovação cientifica e a existência de substancias mutagênicas com ação ao longo prazo, assim sendo,&nbsp;legislação atualmente permitiu apenas o externo como fitoterápico e a liberação do seu uso interno (Oral) somente como aromatizante e corante no ramo de alimentos.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Palavras chaves: Fitoterapia. Babosa. <em>Aloe vera.</em></p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> José Ricardo Sampaio Souza Rai Henrique da Silva João Aldo ZANACHI ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 23 39 10.24980/rfcm.v6i8.2237 GERENCIAMENTO DE RESÍDUO DE SERVIÇO DE SAÚDE DE UM HOSPITAL DO INTERIOR SULMATOGROSSENSE https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2857 <p>Resíduo é qualquer material considerado inútil, sem valor gerado pelo homem e descartado no meio ambiente. Os Resíduos Serviços de Saúde (RSS) é uma parte importante do resíduo sólido não pelo volume gerado, mas pelo seu potencial de risco à saúde e ao meio ambiente. O objetivo do presente estudo foi identificar o sistema de gerenciamento dos RSS do Hospital Fundação Estatal Saúde de Aparecida do Taboado. Foram analisadas as seguintes etapas do manejo: segregação, acondicionamento, identificação, transporte interno, armazenamento temporário e segurança ocupacional. Foram visitadas todas as unidades que compõem o hospital e pesado por quatro vezes durante um mês os RSS do grupo A, antes e após separação de resíduos possivelmente recicláveis considerados do grupo D. Identificou-se que são gerados resíduos dos grupos A, B, D e E, a segregação é feita corretamente somente resíduos do grupo A. A coleta interna e externa não oferece esforço excessivo ao funcionário, entretanto não é utilizado equipamento de proteção individual, as unidades não possuem entrada e saída exclusiva para a coleta, exceto o centro cirúrgico. Os abrigos dos resíduos não são adequados, porém são suficientes para armazenar a produção da semana, não possuem identificação e simbologia conforme orientado pela legislação. Os resultados permitem sugerir que o hospital realiza as etapas do manejo de forma parcial, necessitando assim de reestruturar o gerenciamento dos RSS.</p> Bruno César Martins de PAULA Regis Sidmar Ferreira da SILVA Thiago Rodrigo de SOUZA Carmem Costa MARTINS ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 40 59 10.24980/rfcm.v6i8.2857 INTERAÇÃO ENTRE PRÓTESE TOTAL E PREENCHIMENTO FACIAL: UMA ALTERNATIVA ESTÉTICA VIÁVEL PARA PACIENTES DESDENTADOS TOTAIS https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2825 <p>O processo de envelhecimento humano acontece de maneira uniforme, levando ao comprometimento funcional de todos os órgãos do corpo. Clinicamente, a pele perde componentes orgânicos, se torna fina, e isso leva ao aparecimento de rugas de expressão facial. Associado ao envelhecimento, a população brasileira tem uma grande porcentagem de desdentados totais, na qual causará um desequilíbrio a todo o sistema estomatognático. A proposta desse trabalho é de apresentar um caso clínico associado-se a confecção de próteses totais, aplicação de preenchedores faciais e toxina botulínica, a fim de restabelecer e solucionar os problemas dentais e faciais causados pela perda dos dentes e expor detalhadamente os procedimentos laboratoriais. Nem só jovens almejam ter um sorriso bonito e uma face com mínimas rugas de expressões, idosos também precisam se sentir realizados para a confecção das Próteses Totais deve ser obedecido uma sequência de procedimentos como, moldagens, montagem dos modelos no articulador, ajustes do plano de orientação, provas funcionais e acrilização. Para a melhoria dos sulcos de expressão facial e um suporte mais agradável foi necessário a aplicação de materiais preenchedores e toxina botulínica. O caso clinico trouxe uma importante contribuição para o bem-estar físico e psíquico do paciente, as rugas estáticas e dinâmicas da região frontal, olhos, sulcos nasogeniano e do lábio superior foram amenizadas, visto que a paciente ficou muito feliz com os procedimentos realizados.</p> Paloma Heinen NOGUEIRA Ariany Bregantin de BRITO Luciano Pedrin Carvalho FERREIRA ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 60 74 10.24980/rfcm.v6i8.2825 INVENTARIAMENTO DA ANUROFAUNA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE SANTA FÉ DO SUL – SP https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2379 <p>O conhecimento da anurofauna de uma localidade é de extrema importância, uma vez que, esses organismos possuem um grande valor ecológico, sendo, elementos importantes nas cadeias e teias alimentares e considerados bioindicadores de qualidade ambiental. Com o intuito de observar a diversidade de espécies de anuros existentes na Estância Turística de Santa Fé do Sul, localizada na região noroeste do Estado de São Paulo, uma vez que a região é desprovida em inventariamento e conhecimento da anurofauna, e isto são de máxima urgência devido à rapidez de desaparecimento e alterações que atingem os ecossistemas naturais. Foi realizado o levantamento em 5 corpos d’águas, entre agosto de 2013 a abril de 2014 totalizando nove meses de estudo, utilizado como metodologia&nbsp; a busca ativa visual, através de caminhadas aleatórias pelas áreas de estudo, que consiste em procurar e registrar anfíbios em todos os possíveis microambientes, realizando a captura de imagens e registro sonoro e quando necessário, para melhor identificação a captura de alguns exemplares. Foram registradas 11 espécies de anfíbios anuros, distribuídos em 5 famílias (Bufonidae, Hylidae, Leiuperidae, Leptodactylidae&nbsp; e Microhylidae)<em>. </em>As localidades que tiveram menor índice de incidência foram às de grandes influências antrópicas, decorrente das modificações causadas pela urbanização crescente. As informações obtidas resultaram em uma amostra da anurofauna local, apresentando uma lista de dados descritivos e uma análise da variabilidade de espécies nas áreas estudadas.</p> Geovanna Carla Zacheo COELHO Isabela Cristina Ferreira SILVA Renan Alex LEÃO Eliana do Amaral GIMENEZ ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 75 85 10.24980/rfcm.v6i8.2379 LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DAS ESPÉCIES ARBÓREAS DA ÁREA DE REFLORESTAMENTO DO CAMPUS II DA FUNEC – SANTA FÉ DO SUL/SP https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2240 <p>O reflorestamento é um processo de recuperação de áreas degradadas pela força da natureza ou por ação humana. As áreas de reflorestamento são de grande importância para a recuperação das matas nativas e a identificação das espécies existentes no local representa uma importante etapa no conhecimento do ecossistema para estudos futuros. Para identificar as espécies que existem em um determinado local é feito o levantamento florístico que consiste em realizar uma lista completa das espécies de vegetais existentes em uma determinada área. Com base nessa problemática, esse trabalho objetivou desenvolver um levantamento das espécies arbóreas existentes da Área de Reflorestamento do <em>Campus II</em> da FUNEC – Santa Fé do Sul/SP, classificando-as de acordo com o papel que desempenham na sucessão ecológica como: pioneiras, secundárias e clímax. Para realização deste trabalho foram realizadas as identificações do extrato arbustivo das espécies encontradas no <em>Campus</em>, onde se identificou 575 espécies pertencentes a 27 famílias. A partir das espécies identificadas pode-se verificar que as famílias FABACEAE, ANACARDIACEAE, BIGNONACEAE e VERBENACEAE apresentam 65,4%, do total, sendo as mais representativas, e os outros 34,6% estão divididos em 22 famílias, além da presença de algumas espécies exóticas. Foram identificados na sucessão ecológica, 53% de pioneiras, 44% de secundárias, 2% de clímax e 1% não classificadas. Dessa maneira os resultados mostram que na recomposição florestal no <em>Campus II</em> não foram mantidos a sucessão ecológica, pois se encontram muitas plantas secundárias.</p> Fernanda Yukari MITSUMORI Natallia Magri de SOUZA Patricia MONTANHA Douglas Costa MARTINS ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 86 102 10.24980/rfcm.v6i8.2240 ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS UTILIZADAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS: ÊNFASE NO CONTEÚDO ÁGUA https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2858 <p>O ensino de Ciências Naturais é privilegiado; pois, se concretiza por meio de aulas práticas que possibilita aos alunos compreenderem a diversidade do mundo onde vivem, assim como expressarem suas observações. Desse modo, estudar como acontece esse estudo nas escolas permitiu o desenvolvimento deste trabalho, que investiga como acontece o ensino de Ciências Naturais com ênfase no estudo da água e as estratégias utilizadas para esse ensino, especificamente, os experimentos. Para tanto, o objetivo deste trabalho consiste em analisar as estratégias utilizadas para o ensino de Ciências Naturais com enfoque no conteúdo água. Para isso, foi desenvolvida uma pesquisa de natureza bibliográfica, utilizando como fundamentos vários alotes e p PCN de Ciências Naturais. Dessa forma, por meio dessas análises, observou-se que para se desenvolver o ensino de ciências naturais, existem materiais didáticos adequados tanto para as aulas teóricas, como para as práticas; ou seja, as experiências acerca dos conteúdos trabalhados. Ainda, percebe-se também que os professores de Ciências Naturais possuem um acervo didático de boa qualidade à sua disposição para trabalhar o conteúdo água, com o auxílio de experiências que acompanham todo esse conteúdo.</p> Lionai Barrionuevo GRACIA Larissa Cristina Soares da SILVA Silvana Cosmo DIAS ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 103 117 10.24980/rfcm.v6i8.2858 CONTRIBUIÇÕES DE WINNICOTT AO PROCESSO DE ADOÇÃO https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2840 <p>O processo terapêutico é um procedimento científico, em que são utilizados técnicas e testes psicológicos, podendo ser individual ou coletivo, com objetivo de intervenção psicológica mediante uma queixa. O principal objetivo desse processo é elucidar e elaborar conteúdos psicológicos, buscando classificar, prever e intervir no curso da queixa em questão. No caso da adoção e do conflito emocional, o processo terapêutico entra como importante instrumento no que concerne a compreensão e as estratégias a serem utilizadas para minimizar o sofrimento e a angústia. O presente trabalho trata-se de um relato de caso de uma criança adotada aos oito meses de vida, onde a principal queixa centralizou-se no comportamento agressivo e dificuldade em lidar com frustração. Os dados foram coletados e interpretados através do referencial psicanalítico winnicottiano. Os resultados obtidos no processo terapêutico evidenciaram condições ambientais adversas na fase de dependência absoluta, ocorrendo assim o comprometimento na integração da criança ao meio familiar e social. Isso se deu devido à criança ser gerada em um ambiente intrusivo, marcado por sérios desajustes, como, situação de extrema pobreza, falta de uma gestação planejada e assistida e dependência química da mãe biológica. Observou-se também, que a família adotiva não conseguiu desenvolver um ambiente no qual os conflitos inconscientes da criança pudessem ser elaborados, pois o colocavam no lugar de alguém que deveria ser poupado e atendido em seus anseios. Conclui-se que ma das possibilidades para um melhor desenvolvimento emocional dessa criança seria oferecer um ambiente facilitador que possibilitasse a resolução de tais conflitos.</p> Jussara Esteves Pereira Lidiane Pinto Lunkes Thiago Henrique Muniz Morilha Denise Rossi Foresto Del Col Rosângela Fátima da Costa ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 118 131 10.24980/rfcm.v6i8.2840 DROGADIÇÃO E TRANSICIONALIDADE: INTERVENÇÃO PSICANALÍTICA https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2859 <p>Para um desenvolvimento satisfatório, a criança necessita de uma sustentação ambiental que viabilize conquistas de tarefas típicas do desenvolvimento rumo a um ser integrado e de uma confiança firmada no vínculo com a mãe, para que possa ser suportada sua falta nos processos de dependência rumo à independência relativa, bem como na fase de transicionalidade. Perturbações ocasionadas por um ambiente intrusivo poderão acarretar uma incessante busca a objetos que possam suprir o ego do sujeito. Estabelecer um bom contato com o mundo interno e externo, isto é, com os próprios sentimentos e com os que os cercam, é uma difícil tarefa encontrada por uma significativa parcela de dependentes químicos, em decorrência disto objetivou-se relacionar a drogadição humana a possíveis falhas nos processos de dependência absoluta e transicionalidade defendidos por Winnicott. Neste sentido, o desenvolvimento da pesquisa realizou-se por meio de uma revisão integrativa, utilizando-se de periódicos científicos indexados na base eletrônica do LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) sendo restringido o uso de publicações do período entre 2006 a 2016. De acordo com os resultados obtidos, conclui-se que tal teoria contribui na visualização de falhas na maturação, que possibilitará ao analista atender as necessidades do paciente.</p> Bárbara Castro Pecinelli CÉFALO Alexandre dos Santos ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 132 146 10.24980/rfcm.v6i8.2859 GERENCIAMENTO DE ESTOQUE PELO MÉTODO DA CLASSIFICAÇÃO ABC EM UMA EMPRESA DE INFORMÁTICA NA CIDADE DE ALEXANDRITA/MG https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2300 O estoque é todo bem físico da empresa, sendo que representa monetariamente o capital imobilizado, tendo relativa importância nos custos empresariais. O presente trabalho tem como objetivo verificar a eficiência da gestão do custo de estoque, em uma empresa de informática na cidade de Alexandrita no Estado de Minas Gerais. Assim foi usado como método a classificação ABC que determinou o grau de importância dos itens. No entanto este controle definiu a porcentagem e quantidade de itens que deverão ser controlados de cada classe. Então, foi realizado um estudo de caso, no qual foram catalogados os dados de estoque e analisados dentro da Curva ABC. Rosilene Tiago de Jesus Willyan Wilson Milan ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 147 158 10.24980/rfcm.v6i8.2300 GUARDA COMPARTILHADA E A MANUTENÇÃO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2860 <p>Este trabalho tem por objetivo analisar a guarda compartilhada sob diferentes aspectos, visando, mormente, sua característica substancial de manutenção do princípio da dignidade da pessoa humana. Pretende-se demonstrar que essa modalidade, apesar de recentemente fagocitada ao campo jurídico dos tribunais como prioridade, versa exclusivamente sobre os interesses da prole e seu bem-estar social, inibindo a incidência cada vez mais elevada da alienação parental. Investiga, também, essa guarda sob um enfoque geral, determinando seu conceito, diferenciando-a da convivência alternada, balanceando suas vantagens e desvantagens, bem como estabelecendo parâmetros em relação à guarda unilateral. Discorre, ainda, sobre suas dificuldades de implantação e seus avanços no Brasil, com a Lei nº 13.058, de 22 de Dezembro de 2014. Previamente, após a separação, a maioria das mães consagravam-se detentoras da guarda unilateral da criança, enquanto a taxa de famílias que optavam pela guarda compartilhada era limitada. Com essa mudança na lei, contudo, a guarda conjunta torna-se a primeira opção jurisdicional de aplicação aos casos, fato que configura um resultado positivo de impacto inescrupuloso na realidade do país. Conclui-se, por fim, que esse modalismo é um meio eficaz de caução do exercício da paternidade e da maternidade, mesmo com a dissolução do relacionamento conjugal. O presente trabalho foi desenvolvido com sustentação na pesquisa bibliográfica, dando ênfase à compreensão acerca do assunto por meio da leitura crítica seguida, pela redação de textos com fontes em livros, notícias, filmes, artigos, apresentações de trabalhos de alunos da própria instituição da Funec, internet, revisão de leitura, doutrina, jurisprudências e monografias.</p> Bruna Loybia Alves BAZZANINI Luciana Renata Rondina STEFANONI ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 159 179 10.24980/rfcm.v6i8.2860 ANÁLISE COMPARATIVA DE RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO ENTRE ARGAMASSAS DE REVESTIMENTO À BASE DE CAL HIDRATADA E ADITIVO PLASTIFICANTE LÍQUIDO https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2410 <p>O presente trabalho visa à análise de resistência à compressão entre dois tipos de argamassas para revestimento. Foi determinado um traço padrão para argamassa de revestimento, diferenciando-se apenas pela presença da cal hidratada e do aditivo plastificante líquido. A primeira mistura de argamassa, denominada Traço I, foi composta de cimento, areia fina e cal hidratada, e a segunda mistura, denominada Traço II, foi composta de cimento, areia fina e aditivo plastificante líquido, conforme orientação do fabricante. As propriedades mecânicas da argamassa foram analisadas através de ensaios determinando a resistência à compressão após 14 dias. Os resultados dos ensaios mostraram que as argamassas produzidas com os dois traços foram semelhantes entre si, demonstrando uma pequena variação de valores, onde o Traço I apresentou uma capacidade de suporte ligeiramente maior que o Traço II. O posicionamento que esta pesquisa propõe é de que a capacidade de resistência à compressão em argamassas de revestimento, deve ser amplamente considerada, pois a influência de ações externas pode comprometer o seu desempenho, minimizando assim sua atuação de promover acabamento estético e proteção. Admitindo a significância desta propriedade, entende-se então que quanto maior a resistência apresentada pelo revestimento, melhor este pode desempenhar sua finalidade.</p> Camila Martins SALVADOR Gustavo Taioqui Dyna LARA Rogerio Silva GARCIA ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 180 197 10.24980/rfcm.v6i8.2410 COMPARAÇÃO ENTRE FILTROS TELA PARA CAPTAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS EM ÁREA URBANA PARA FINS NÃO POTÁVEIS https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=rfc&page=article&op=view&path%5B%5D=2861 <p>A escassez ou mau uso da água, bem como sua desuniforme distribuição geográfica e sazonalidade, gera déficit em diferentes situações ao redor de todo o planeta. Com o crescimento desordenado e o aumento do consumo de água desacelerado, surge uma alternativa para possível solução desse problema. A captação de água de chuva é uma solução que pode diminuir o consumo de água tratada fornecida pela concessionária, entretanto, existem desafios a serem vencidos, tais como a irregularidade da ocorrência das precipitações e a qualidade da água a ser captada e armazenada. Assim, o objetivo do trabalho é comparar a eficiência de três filtros-tela simples diferenciando-os na tela constituinte, definindo qual melhor se adaptou ao experimento. O estudo conta com análises de turbidez e pH, sendo coletadas as amostras antes e depois da passagem da água pelo filtro com um intervalo de 10 minutos entre uma coleta e outra. A concepção é criar um sistema de captação de água de chuva com simplicidade técnica, de baixo custo, composto por tubos PVC e um barril de 200 litros. A metodologia contará com análises de água pluvial para turbidez e pH utilizando-se tela filtrante, objetivando análises comparativas entre três filtros, diferenciando-os na tela filtrante. O estudo demonstrou que é possível obter água para reuso com valores de turbidez inferiores a 2,0 uT, tal como recomenda a norma técnica ABNT NBR 15.527/2007.</p> Estevan Henrique ULIAN Cleber Alessandro RAMOS Marcelo Jacomini Moreira da SILVA ##submission.copyrightStatement## 2018-03-21 2018-03-21 6 8 198 216 10.24980/rfcm.v6i8.2861