O TRABALHO DO ARTE-EDUCADOR COM CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA PSICANALÍTICA: UM OLHAR PARA A SUBJETIVIDADE

Palavras-chave: Ensino de Arte, Formação Docente, Psicanálise

Resumo

Este artigo aborda o trabalho do arte-educador com enfoque na subjetividade dos indivíduos professor e aluno. Os motivos que impulsionaram a pesquisa decorreram das inquietações e questionamentos oriundos da minha experiência como arte-educadora em escolas públicas de Campo Grande, MS. Dado meu interesse em compreender melhor o sujeito dentro do contexto das aulas de Arte, identifiquei na Psicanálise relevante subsídio teórico. Os estudos em Psicanálise voltados para Educação são uma das bases desta pesquisa bibliográfica, que também contempla minha inscrição como sujeito autoral. A fim de pensar o ensino de Arte do ponto de vista do indivíduo (professor e aluno) e sua psique, recorro aos conceitos psicanalíticos de aparelho psíquico, consciente, inconsciente e desejo. Dentre os inúmeros autores utilizados nesta pesquisa destaco Ana Mae Barbosa, Duarte Júnior, Elisabeth Roudinesco, Fabio Herrmann, Leandro de Lajonquière e Maria Cristina Kupfer que têm abordagens situadas nos campos da Arte, Educação e Psicanálise. As discussões apresentadas a seguir instigam o professor a refletir sobre seu trabalho, suas atitudes e modos de se relacionar com o aluno, bem como buscar alternativas para enfrentar os desafios da profissão docente. O conhecimento em profundidade do sujeito (aluno) possibilita ao professor o desenvolvimento de sua responsabilidade profissional e maturidade afetiva. Ao pensar em seu trabalho no contato com o aluno para além das convenções metodológicas disciplinares (im)postas pela Educação tradicional, o professor amplia sua percepção acerca da docência e tem a possibilidade de assumi-la com todas as suas demandas e limitações.

Biografia do Autor

Natali Allas dos Santos, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL
Aluna regular do Mestrado Profissional em Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Desenvolve no programa pesquisa com a orientação da Profa. Dra. Gabriela Di Donato Salvador Santinho. Licenciada em Artes Cênicas e Dança pela UEMS/2016. Participa do grupo de pesquisa APE-IPÊ - Aliança de Pesquisa e Extensão Interdisciplinar em Percursos Criativos e Estéticas Cênicas. Lattes - CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7334660931209151

Referências

ALMEIDA, Célia Maria de Castro. “Concepções e práticas artísticas na escola”. In: FERREIRA, Sueli (Org.). O ensino das artes: construindo caminhos. 10. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012, p. 11-38.

BARBOSA, Ana Mae. “As mutações do conceito e da prática”. In: BARBOSA, Ana Mae (Org.). Inquietações e mudanças no ensino da arte. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008, p. 13-25.

COUTINHO, Rejane G. “A formação de professores de arte”. In: BARBOSA, Ana Mae (Org.). Inquietações e mudanças no ensino da arte. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008, p.153-159.

DUARTE JÚNIOR, João-Francisco. A montanha e o videogame: escritos sobre educação. Campinas, SP: Papirus, 2010.

DUARTE JÚNIOR, João-Francisco. Por que arte-educação? 3. ed. Campinas: Papirus, 1986.

FRANGE, Lucimar Bello P. “Arte e seu ensino, uma questão ou várias questões?”. In: BARBOSA, Ana Mae (Org.). Inquietações e mudanças no ensino da arte. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008, p. 35-47.

GARCIA-ROZA, Luiz Alfredo. Freud e o inconsciente. 24. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2009.

HERRMANN, Fabio. O que é psicanálise: para iniciantes ou não... São Paulo: Psique, 1999.

KUPFER, Maria Cristina. Freud e a Educação - o mestre do impossível. São Paulo: Scipione, 1989.

LAJONQUIÈRE, Leandro de. “A Palavra e as condições da educação escolar”. In: Educação & Realidade. Porto Alegre: v. 38, n. 2, p. 455-469, abr./jun. 2013. Disponível em: http://www.ufrgs.br/edu_realidad. Acesso em 28 out 2016.

LAJONQUIÈRE, Leandro de. “Freud e a Educação”. In: ATTA Mídia e Educação. São Paulo: ATTA, 2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=k11vFj0qNw0. Acesso em: 25 out. 2016.

LAJONQUIÈRE, Leandro de. “Os rumos da educação nas mãos dos educadores”. In: Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 1999. Entrevista concedida a Ebenezer Takuno de Menezes. Disponível em: http://www.educabrasil.com.br/os-rumos-da-educacao-nas-maos-dos-educadores/. Acesso em: 25 out. 2016.

MAGALHÃES, Ana Del Tabor Vasconcelos. “Ensino de Arte: perspectivas com base na prática de ensino”. In: BARBOSA, Ana Mae (Org.). Inquietações e mudanças no ensino da arte. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008, p. 161-174.

MAUCO, G. Psychanalyse et éducation. Paris, Aubier-Montaigne, 1979 apud PEDROZA, Regina Lucia Sucupira. “Psicanálise e Educação: análise das práticas pedagógicas e formação do professor”. In: Psic. da Ed., São Paulo, 30, 1º sem. de 2010. p. 81-96. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-69752010000100007. Acesso em: 08 out. 2015.

PEDROZA, Regina Lucia Sucupira. “Psicanálise e Educação: análise das práticas pedagógicas e formação do professor”. In: Psic. da Ed., São Paulo, 30, 1º sem. de 2010. p. 81-96. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-69752010000100007. Acesso em: 08 out. 2015.

ROUDINESCO, Elisabeth; PLON, Michel. Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

SHIRAHIGE, Elena Etsuko; HIGA, Marília Matsuko. “A contribuição da Psicanálise à Educação”. In: CARRARA, Kester (Org.). Introdução à Psicologia da Educação: seis abordagens. São Paulo: Avercamp, 2004, p.13 - 46.

SOUZA, Eneida Maria de. Crítica cult. Belo Horizonte: UFMG, 2002.

SOUZA, Paulo Cezar. Prefácio. In: KUPFER, Maria Cristina. Freud e a Educação - o mestre do impossível. São Paulo: Scipione, 1989.

STRAZZACAPPA, Márcia; VIANA, Tiche. “Teatro na Educação: reinventando mundos”. In: FERREIRA, Sueli (Org.). O ensino das artes: construindo caminhos. 10. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.115-138.

TOREZAN, Zélia C. Facci; AGUIAR, Fernando. “O Sujeito da Psicanálise: Particularidades na Contemporaneidade”. Revista Mal-estar e Subjetividade, Fortaleza, v. 11, n. 2, p. 525 – 554, jun.2011. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/malestar/v11n2/04.pdf. Acesso em 07 ago. 2017.

Publicado
2019-04-17
Como Citar
dos Santos, N. (2019). O TRABALHO DO ARTE-EDUCADOR COM CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA PSICANALÍTICA: UM OLHAR PARA A SUBJETIVIDADE. REVISTA FUNEC CIENTÍFICA - MULTIDISCIPLINAR - ISSN 2318-5287, 8(10), 1-15. https://doi.org/10.24980/rfcm.v8i10.3405