A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO NAS PRIMEIRAS HORAS DE VIDA DO RECÉM NASCIDO

  • Joice Priscila Teodosio SOUZA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Vitória Natalí Pratisdo NASCIMENTO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Alcione Michele Castro CONSONI Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
Palavras-chave: Amamentação, Maternidade, Recém-nascido

Resumo

INTRODUÇÃO: A importância da amamentação para recém-nascido nas primeiras horas de
vida, mostra que é extrema necessidade a estimulação desta prática, envolve contato
fundamental entre mãe-filho, sendo considerada uma estratégia de vínculo, proteção e
nutrição para o bebê, além do leite materno ser o único que é capaz de suprir sozinho todas
necessidades proteica e calórica, não havendo precisão de complementação alimentar. As
crianças que recebem leite materno possuem melhor desenvolvimento, apresentam relativo
aumento de inteligência em relação as outras crianças que não recebem, além de proporcionar
o vínculo afetivo precoce através do contato pele a pele entre mãe e filho. O aleitamento
previne doenças infecciosas, infeção respiratória entre outras. O leite humano é infinitamente
superior aos outros tipos de leite, fato já devidamente comprovado por diversos estudos.
OBJETIVO: Descrever a importância da amamentação ao recém-nascido nas primeiras horas
de vida por meio de artigos científicos relacionados ao tema. METODOLOGIA: Trata-se de
uma revisão bibliográfica realizada na base de dados Lilacs. Os critérios de inclusão foram:
períodos de publicação nos últimos dez anos; já os de exclusão foram artigos repetidos, os que
não apresentavam resumo, artigos em português. RESULTADO: Nota-se que a amamentação
não é somente um meio de nutrição, é também considerado um processo de interação
profunda entre mãe e filho além de repercutir no estado nutricional da criança, na imunidade e
no desenvolvimento cognitivo e emocional.A prática de colocar o recém-nascido para sugar
nas primeiras horas de vida favorece o contato pele a pele fortalecendo o vínculo.
CONCLUSÃO: Portanto, a maior parte dos estudos sobre amamentação para o recém-nascido
mostra que incentivar o aleitamento nas primeiras horas de vida até seis meses é de extrema
importância, pois contribui com a construção de crianças saudáveis e estabelece vínculo
precoce maternal.

Publicado
2018-05-21
Como Citar
SOUZA, J. P. T., NASCIMENTO, V. N. P., & CONSONI, A. M. C. (2018). A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO NAS PRIMEIRAS HORAS DE VIDA DO RECÉM NASCIDO. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNIFUNEC, 8(8). Recuperado de https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path[]=3121