A BAIXA ADERÊNCIA DO USO DO PRESERVATIVO NA ADOLESCÊNCIA

  • Letícia Alves da SILVA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Évelyn Rafaele Martins de ALMEIDA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Jussara Britto Batista GONÇALVES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
Palavras-chave: Adolescência, Preservativo

Resumo

INTRODUÇÃO: A adolescência é uma fase da vida causada por transformações tanto social
quanto econômica gerando experiências associadas a inexperiências o que aumenta a
vulnerabilidade. A prática social se inicia cedo principalmente para o sexo masculino em
média aos 14 anos, está relacionado a vários fatores como conflitos, mudanças físicas,
emocionais, social e também a influência da bebida alcoólica e drogas ilícitas e a divulgação
da mídia que aborda esse assunto com muita naturalidade. OBJETIVO: Buscar em pesquisas
já realizadas os fatores determinantes da baixa adesão do uso do preservativo entre os
adolescentes. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa de revisão de literatura, os textos
foram selecionados por meio da biblioteca virtual de saúde utilizando como critério de
inclusão apenas artigos já publicados em português nos últimos dez anos, e manuais técnicos
do ministério da saúde. RESULTADO: Os jovens brasileiros têm um alto nível de
conhecimento sobre a transmissão do HIV, muitos afirmam ter esse conhecimento através de
televisão e escolas, contudo as pesquisas revelam que entre eles há uma alta prevalência de
risco para transmissão de doença sexualmente transmissíveis, pois não usam preservativo
constantemente podendo acarretar um amadurecimento prematuro devido uma gravidez não
planejada. Os adolescentes concordam que o uso do preservativo reduz o prazer sexual, gera
desconfiança entre os parceiros, inibi o desempenho sexual e muitas das vezes não tinha o
preservativo no momento. CONCLUSÃO: Conclui-se que com o presente estudo que são
necessárias intervenções impactantes que possam realmente atingir os adolescentes na
conscientização dos riscos à saúde que podem ser causados na prática sexual desprotegida.

Publicado
2018-05-21
Como Citar
SILVA, L. A. da, ALMEIDA, Évelyn R. M. de, & GONÇALVES, J. B. B. (2018). A BAIXA ADERÊNCIA DO USO DO PRESERVATIVO NA ADOLESCÊNCIA. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNIFUNEC, 8(8). Recuperado de https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path[]=3117