QUALIDADE DO LEITE MATERNO PASTEURIZADO EM RELAÇÃO AO LEITE MATERNO CRÚ OFERECIDO A PREMATURO NA UTIN

  • Ana Paula Santos de LIMA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Luana Machado QUEIROZ Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Elisandra de Mello DÉO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
Palavras-chave: Aleitamento, Materno, Nutrientes, Prematuro

Resumo

INTRODUÇÃO: O leite materno é o melhor alimento a ser oferecido a recém-nascidos até os
06 meses de idade, devendo este ser o único e exclusivo alimento necessário para seu
desenvolvimento nesta faixa etária. Contudo, em casos de recém-nascidos (RNs) prematuros,
o aleitamento entre mãe e filho muitas vezes não é possível. Portanto, estes neonatos, podem
receber o leite materno pasteurizado, indicados por médicos ou nutricionistas, porém, este
leite sofre modificações no seu valor biológico quando submetido ao processo de
pasteurização, tais modificações podem influenciar no desenvolvimento do RN. OBJETIVO:
Avaliar se há diferenças significativas de nutrientes entre o leite materno cru e o leite materno
pasteurizado oferecidos aos RNs pré-termo. METODOLOGIA: Para realização do trabalho,
foram feitas revisões em artigos científicos com base de dados impressos e eletrônicos sobre o
valor nutricional do leite materno cru e o leite materno pasteurizado. RESULTADO: Estudos
mostram diferenças quanto ao ganho de peso em RNs que receberam leite materno cru e aos
que receberam leite materno pasteurizado, devido ao leite materno sofrer mudanças no seu
valor nutricional durante o processo de pasteurização. As principais mudanças estão na
variação do teor de gordura, seguido de uma redução de lactose e de proteínas, os quais são
responsáveis por fornecer a energia necessária para o desenvolvimento do bebê, além disso,
apresentam importantes papéis fisiológicos e estruturais, auxiliando no bom funcionamento
do organismo. CONCLUSÃO: Conclui-se que, o leite materno pasteurizado é o mais
apropriado quando o neonato não pode ser alimentado pela mãe. Porém, não substitui o leite
materno cru, que é o alimento mais indicado e insubstituível, principalmente aos RNs
prematuros, devido a sua necessidade aumentada de nutrientes para crescimento e ganho de
peso adequados.

Publicado
2018-05-14
Como Citar
LIMA, A. P. S. de, QUEIROZ, L. M., & DÉO, E. de M. (2018). QUALIDADE DO LEITE MATERNO PASTEURIZADO EM RELAÇÃO AO LEITE MATERNO CRÚ OFERECIDO A PREMATURO NA UTIN. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNIFUNEC, 8(8). Recuperado de https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path[]=2947