A INFLUÊNCIA DO CÁLCIO NA PREVENÇÃO DE OSTEOPOROSE EM IDOSO

  • Jessica Bernardo GUIRALDELI Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Anieli dos Santos TIMOTEO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Cláudia Fernanda Amais MARCON Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Lívia Fazzio SANCHES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Elisandra De Mello DÉO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
Palavras-chave: Idoso, Osteoporose, Cálcio

Resumo

INTRODUÇÃO: No Brasil, o problema da osteoporose vem se agravando nos últimos anos,
em razão das implicações sociais e econômicas, sendo considerada como um grave problema
de saúde pública. A saúde óssea do idoso é um elemento extremamente importante, pois nessa
fase da vida, o mesmo, encontra-se susceptível a várias doenças crônico-degenerativas,
inclusive a osteoporose, que é caracterizada pela diminuição de densidade óssea, considerada
uma doença silenciosa que, muitas das vezes, só é diagnosticada após a ocorrência de fraturas.
OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do cálcio na prevenção de
osteoporose. METODOLOGIA: A metodologia utilizada para o desenvolvimento deste
trabalho pautou-se em pesquisa bibliográfica. Como fonte de consulta foram eleitos livros e
periódicos provenientes da base de dados Scielo sobre a osteoporose em idoso.
RESULTADO: O cálcio possui mais variadas funções, sendo a principal a formação de ossos.
Uma dieta com quantidades de cálcio adequadas é fundamental para a manutenção e formação
da massa óssea, garantindo, assim, a integridade do esqueleto. Porém, durante o
envelhecimento, estudos demonstram, que pode haver uma diminuição da eficiência da
absorção de cálcio, ou seja, ao longo da vida, a massa óssea sofre desmineralização, perdendo
cálcio para a corrente sanguínea. Com o passar do tempo, a retenção óssea de cálcio, derivada
dos alimentos, é limitada, a menos que a ingestão seja aumentada e consumida junto a
vitamina D, que tem papel importante, pois facilita a absorção de cálcio,sendo assim, o
acompanhamento nutricional se faz necessário, para garantir bons níveis desse mineral e de
vitamina D, principalmente nesta idade, quando a produção cutânea dessa vitamina torna-se
menor. CONCLUSÃO: Conclui-se que, a saúde óssea do idoso é dependente tanto de uma
boa ingestão de vitamina D quanto de cálcio, garantido assim, uma maior resistência
estrutural óssea e uma melhor qualidade de vida.

Publicado
2018-05-11
Como Citar
GUIRALDELI, J. B., TIMOTEO, A. dos S., MARCON, C. F. A., SANCHES, L. F., & DÉO, E. D. M. (2018). A INFLUÊNCIA DO CÁLCIO NA PREVENÇÃO DE OSTEOPOROSE EM IDOSO. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO UNIFUNEC, 8(8). Recuperado de https://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path[]=2911