DEPENDÊNCIA VIRTUAL: CONSEQUÊNCIAS PSICOSSOCIAIS E INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS

  • Adriana Aparecida da SILVA
  • Michelle de Lima RODRIGUES
  • Daniela PÍCOLO
Palavras-chave: Internet, Adolescente, Dependência Virtual

Resumo

A dependência virtual patológica é caracterizada pelo uso excessivo da internet, ocasionando resultados negativos na vida física, emocional e social do indivíduo. O presente artigo tem a finalidade de investigar as consequências psicossociais decorrentes da dependência virtual em adolescentes e adultos e as possíveis intervenções psicológicas utilizadas. O presente tema possui relevância social para que haja a conscientização dos indivíduos e de seus familiares a respeito das consequências psicológicas e sociais que a dependência virtual poderá acarretar na vida do dependente. Intervenções psicológicas promovem melhoria nas relações sociais e na qualidade de vida dos indivíduos dependentes virtual.  A metodologia utilizada nesse estudo foi a revisão integrativa, cujas pesquisas foram realizadas na base de dado online LILACS (Sistema Latino Americano e do Caribe de Informações em Ciência da Saúde) restrito ao intervalo de 2004 a 2017. Por intermédio desse estudo observou-se que os indivíduos dependentes podem apresentar sintomas como tristeza, isolamento social, nervosismo, ansiedade, insônia, obesidade e tremores. A Terapia Cognitiva Comportamental favorece ao dependente uma reeducação do uso das tecnologias digitais, diminuindo o tempo online melhorando seus sintomas e qualidade de vida.

Publicado
2018-09-20