ASPECTOS PSÍQUICOS DA FIBROMIALGIA: VISÃO PSICANALÍTICA

  • Beatriz Vicenti GASQUES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Alexandre dos SANTOS Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
Palavras-chave: Fibromialgia, Aspectos psíquicos, Dor crônica

Resumo

A síndrome de fibromialgia reflete em uma condição física que envolve uma gama de aspectos fisiológicos e psicossomáticos, sendo discernida como uma patologia de dor crônica não inflamatória que acomete o sistema musculo esquelético humano, cuja etiologia é desconhecida cientificamente. Em decorrência ao aumento de sua prevalência na população geral (2% a 4%), a constituição do artigo científico objetivou elucidar os aspectos psicológicos que podem contribuir no desencadeamento da fibromialgia. Neste sentido, o desenvolvimento da pesquisa realizou-se por intermédio de uma revisão integrativa, utilizando-se de periódicos científicos indexados na base de dados eletrônica do LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) sendo restringido o uso de publicações do período entre 2007 a 2017. Logo, mediante os resultados obtidos na investigação, constata-se que uma condição psíquica de vulnerabilidade emocional marcada por tendências de catastrofismo e vitimização, bem como experiências traumáticas de situações de negligência familiar, lutos não elaborados, condições abusivas, falhas ambientais e concomitantemente comorbidades patológicas de estresse pós-traumático, depressão precoce e eventos ansiogênicos, consistem em um conjunto de fenômenos que comumente estão integrados no histórico do paciente fibromiálgico.

Publicado
2018-06-04