O COMPORTAMENTO DA HANSENÍASE NO BRASIL NO PERÍODO DE 2000 A 2015: UMA REVISÃO DE LITERATURA

  • Ana Paula da SILVA
  • Denis Rodrigues LIMA
  • Fernanda Lais de Brito OLIVEIRA
  • Adriana Luiz Sartoreto MAFRA

Resumo

A Hanseníase é uma doença crônica granulomatosa, proveniente de infeção causada pelo
Mycobacterium leprae. Esse bacilo tem a capacidade de infectar grande número de indivíduos,
no entanto poucos adoecem (baixa patogenicidade); mas que dependem, sobretudo, de sua
relação com o hospedeiro e o grau de endemicidade do meio, entre outros aspectos. O presente
estudo tem como objetivo descrever o comportamento epidemiológico da Hanseníase no
Brasil no período de 2000 a 2015. Os procedimentos metodológicos adotados basearam-se em
uma revisão de literatura, descritiva, qualitativa, de caráter exploratório selecionado conforme
o tema proposto através de materiais disponíveis na biblioteca das Faculdades Integradas de
Santa Fé do Sul (SP), em livros, manuais do Ministério da Saúde, dissertações e teses online.
Foi analisado que no ano de 2000 a 2003 houve um aumento de casos novos geral de 17%, e,
um decréscimo contínuo de 45% no ano de 2003 a 2015 com coeficiente de 14,07, considerado
alto pelos parâmetros de coeficiente de detecção geral da doença. O papel do enfermeiro na
prevenção é de suma importância, através de ações de busca ativa, campanhas e orientação à
população sobre a aplicação da vacina BCG como medida de prevenção, a fim de reduzir o
índice de casos novos da doença.

Publicado
2017-10-05