A ENFERMAGEM NO CONTEXTO HOSPITALAR DIANTE DOS RISCOS OCUPACIONAIS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

  • Thaisa Fernanda Queiroz SOUZA Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul
  • Elena Carla Batista MENDES Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul
  • Anyelle Carla CUSTÓDIO Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul
  • Edinalva Aparecida AGUIAR Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul
  • Gabriela Basso KOOS Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul
Palavras-chave: Riscos ocupacionais. Enfermagem. Hospital.

Resumo

A segurança do trabalho busca oferecer a todos os trabalhadores uma ótima qualidade de vida, por meio de medidas que visam identificar, neutralizar e eliminar os riscos de acidentes. Analisando o bem estar dos trabalhadores no contexto da enfermagem, é possível identificar várias atividades que comprometem a saúde, gerando índices elevados de acidentes de trabalho e doenças relacionadas. Os riscos ocupacionais se originam de atividades insalubres levando estes profissionais a exposição exacerbada aos perigos presentes no ambiente laboral. O objetivo desta pesquisa é identificar artigos científicos que trouxessem o tema abordado, visando os riscos ocupacionais do enfermeiro no ambiente hospitalar. O levantamento de dados do estudo foi realizado nas bases de periódicos da BVS (Biblioteca Virtual de Saúde) acessando-se por meio do LILACS (Sistema Latino Americano e do Caribe de Informações em Ciências da Saúde), onde foram encontrados 299 artigos e 04 foram selecionados; no SCIELO (Scientific Eletronic Library Online) foram encontrados 31 artigos e 05 foram selecionados; na BDENF (Base de Dados da Enfermagem) foram encontrados 181 artigos e 02 selecionado. Após o levantamento da bibliografia, realizou-se leitura dos artigos e a seleção destes pelo tema proposto, para facilitar a montagem do trabalho. A revisão literária foi realizada no período de março a outubro de 2015. Empregaram–se os seguintes descritores: riscos ocupacionais, hospitalar, enfermagem e saúde do trabalhador. Portanto, o enfermeiro apresenta papel importante na realização de programas, orientações e prevenção para a conscientização e adesão dos trabalhadores sobre os riscos ocupacionais a que estão expostos.

Referências

BELEZA, C. M. F. et al. Riscos ocupacionais e problemas de saúde percebidos por trabalhadores de enfermagem em unidade hospitalar. Revista Ciência y Enfermeria XIX, v.3, 2013.

CASTRO, A. B. S.; SOUSA, J. T. C.; SANTOS, A. A. Atribuições do enfermeiro do trabalho na prevenção de riscos ocupacionais. Revista de Enfermagem / Nursing. Santos – SP. 2010, v.28, n.1, p. 5-7.

CASTRO, M. R.; FARIAS, S. N. P; A produção científica sobre riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem. Revista de Enfermagem Anna Nery, v.12, n.2, p.364 – 9, jun.2008.

CERVO, A. L; BERVIAN, P. A. Metodologia científica.5. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

FONTANA, R. T.; LARTERT, L. A situação de trabalho da enfermagem e os riscos ocupacionais na perspectiva da ergologia. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v.21, n.6, p.1306-13, nov./dez. 2013.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GIOMO, D. B. et al. Acidentes de trabalho, riscos ocupacionais e absenteísmo entre trabalhadores de enfermagem hospitalar. Revista de enfermagem UERJ, v.17, n.1, p.24-9, jan./mar. 2009.

GUGLIELMI, M. A. G. Riscos ocupacionais, 2010. Entrevista concedida ao Portal Enfermagem em 14 de out. 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2015.

LORO, M. M. et al. Riscos ocupacionais e a saúde do trabalhador de enfermagem – buscando evidências. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, v.6, n.4, p. 1610-21, out./dez, 2014.

MAGALHÃES, N. A. C. et al. O absenteísmo entre trabalhadores de enfermagem no contexto hospitalar. Revista Enfermagem UERJ, v.19, n.2, p.224-30, abr./jun. 2011. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2015.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia cientifica. 6.ed.São Paulo: Atlas, 2005.

RIBEIRO, A. E. C. S.; CRHRISTINNE, R. M.; ESPÍNDULA, B. M. Identificação dos riscos institucionais em profissionais de enfermagem. Revista Eletrônica de Enfermagem do Centro de Estudos de Enfermagem e Nutrição, v.1, n.1, jan./jul. 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2015.

RODRIGUES, M. N. G.; PASSOS, J. P. Trabalho de enfermagem e exposição aos riscos ocupacionais. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, v.1, n.2, p.353-59, set./dez. 2009.
SANTOS, J. L. G. et al. Risco e vulnerabilidade nas práticas dos profissionais de saúde. Revista Gaúcha Enfermagem, v.33, n.2, p. 205-12, jun. 2012.

SULZBACHEN, E.; FONTANA, R. T. Concepções da equipe de enfermagem sobre a exposição a riscos físicos e químicos no ambiente hospitalar. Revista Brasileira Enfermagem, v.66, n.1, p.25-33, jan./fev. 2013.

XELEGATI, R. et al . Riscos ocupacionais químicos identificados por enfermeiros que trabalham em ambiente hospitalar. Revista Latino-Americana Enfermagem, v. 14, n. 2, p. 214-219, Apr. 2006. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2015.
Publicado
2017-03-24