USO TERAPÊUTICO DO OZÔNIO NO TRATAMENTO DE LESÕES CUTÂNEAS

  • Danielly Fernanda Ribeiro FRANCO
  • Simone Andressa Rodrigues BEZERRA
  • Tayanne Garcia Maciel Da SILVA
  • Carmem Costa MARTINS
Palavras-chave: Cicatrização, Feridas, Ozônio

Resumo

INTRODUÇÃO: A pele, como outro órgão é possível de ser atingido dessa poderá perder sua integridade e suas funções básicas. Ferida e uma lesão aos tecidos orgânicos e ao comprometimento da integridade da pele. O ozônio e um composto alotrópico do oxigênio, que se forma na atmosfera por reação fotoquímica, que proporciona uma vasta aplicação  dos sistemas biológicos e tratamento clínico. A ozonioterapia apresenta-se como alternativa coadjuvante no tratamento de lesões, pois é bioxidativa com efeito microbiano e promotora de angiogênese. OBJETIVO: Identificar as evidências para indicação do ozônio no tratamento de lesões cutâneas METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa de revisão integrativa de literatura. A busca referencial foi realizada em bases de dados disponível na internet, Biblioteca Virtual em Saúde, Medline e Lilacs e acervos disponíveis nas Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul. Fizeram parte da amostra 04 estudos com níveis de evidência II e IV, formado por pacientes com lesão cutânea tratada durante qualquer período de tempo com ozônio. RESULTADO: Os desfechos avaliados foram redução da área lesada, cicatrização e tempo de cura. CONCLUSÃO: Conclui-se com o presente estudo que a ozonioterapia demonstra-se eficaz quando utilizada de maneira coadjuvante no tratamento de lesões cutâneas.
Publicado
2017-08-03