REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE A VISITA DOMICILIÁRIA: PROTAGONISMO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

  • Edirlei Machado DOS SANTOS
  • Adriana Luiz Sartoreto MAFRA
Palavras-chave: Visita domiciliar, Representação social, Agente comunitário

Resumo

INTRODUÇÃO: A visita domiciliária pode ser entendida como importante elemento do núcleo de competências do Agente Comunitário de Saúde na Estratégia Saúde da Família. OBJETIVO: Identificar e analisar como os Agentes Comunitários de Saúde representam a visita domiciliária que executam, na Estratégia Saúde da Família. METODOLOGIA: Estudo de abordagem qualitativa, do tipo exploratória, em que foi empregada a entrevista semiestruturada e a Análise de Conteúdo Temática, como técnicas de coleta e análise dos dados, respectivamente. RESULTADO: Participaram da pesquisa 12 Agentes Comunitários de Saúde de um município do Sudoeste da Bahia. Foram identificadas três Categorias Temáticas: Os significados da visita domiciliária para Agentes Comunitários de Saúde; O planejamento da visita domiciliária;As potencialidades e fragilidades da visita domiciliária. CONCLUSÃO: Os dados apontam para um distanciamento entre o que é prescrito pelas esferas de governo e o que efetivamente tem sido realizado pelos participantes da pesquisa, contudo, a visita domiciliária foi identificada como potente recurso e elemento facilitador na relação estabelecida entre as famílias e os demais trabalhadores da equipe de saúde. Identificou-se a necessidade de (re)pensar a operacionalização da visita domiciliária no processo de trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde, com a finalidade de potencializar a sua compressão e a singularidade que a mesma adquire no processo de produção do cuidado em saúde.
Publicado
2017-08-03