OS IMPACTOS SOCIAIS DA PSICOPATIA

  • Nathalia Brito Barbosa BATISTA
  • Pedro Eduardo dos Anjos RODRIGUES
  • Ester Pina de Jesus PENARIOL
  • Gabriela Barbosa Queiroz SANTOS
  • Rhayanna Gomes Magalhães PEREIRA
  • Elaine Doro Mardegan COSTA

Resumo

INTRODUÇÃO: O presente estudo descreve os comportamentos gerados dentro de uma sociedade, apontando os riscos e os impactos que esses comportamentos podem gerar, de forma a buscar alertar e descrever por meio de diversos pontos contidos nas literaturas científicas, como as pessoas e a sociedade são afetadas diretamente perante as ações do mesmo. OBJETIVO: Investigar os impactos sociais do indivíduo diagnosticado com psicopatia. METODOLOGIA: Com a pesquisa descritiva bibliográfica. RESULTADO: Conforme descrito no DSM-5 e em outros artigos é possível explicar como é e a maneira como o psicopata age dentro do convívio social, incitando a violência, prejudicando a ordem e desrespeitando as normas estabelecidas pela sociedade sem demonstrar arrependimento ou remorso pelos seus atos, tudo em prol da sua satisfação pessoal. CONCLUSÃO: Assim pode-se responder de modo geral, dúvidas frequentes sobre a psicopatia. A ação do indivíduo diagnosticado com esse tipo de transtorno é mais comum do que se parece, e deve se manter devidos cuidados, pois um sujeito com psicopatia mostrar ser extremamente sedutor e sem demonstrar empatia pelos sentimentos do outro. Os embasamentos aqui presentes, visam atribuir ao leitor conceitos e características típicas capazes de instigar a possibilidade de se reconhecer um indivíduo com este tipo de transtorno em seu meio social.
Publicado
2017-08-02
Como Citar
BATISTA, Nathalia Brito Barbosa et al. OS IMPACTOS SOCIAIS DA PSICOPATIA. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, ago. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2569>. Acesso em: 26 set. 2017.