OS BENEFÍCIOS DA CARBOXITERAPIA NA HIDROLIPODISTRIFIA GINÓIDE: UMA REVISÃO DA LITERATURA

  • Natalia Rodrigues CARRIJO
  • Fabiana Cristina Souza Mendes CAMILO

Resumo

INTRODUÇÃO: A HidrolipodistrofiaGinóide (HLDG) é definida como desordem metabólica não inflamatória, localizada no tecido subcutâneo que provoca alterações em forma de nódulos ou placas, dando origem ao aspecto "casca de laranja". A Carboxiterapia é um método invasivo, que usa-se o anidro carbônico sobre o tecido subcutâneo para promover uma vasodilatação no local, aumentando o fluxo vascular, ocorrendo um aumento da pressão parcial de oxigênio, potencializando o efeito Bohr, o qual se caracteriza pela facilitação da liberação de oxigênio da hemoglobina, reduzindo a afinidade da mesma pelo organismo, resultando em uma maior quantidade de O2. Pode-se ter como efeito, uma destruição no conteúdo das células gordurosas facilitando a vascularização da região tratada eliminando e melhorando o aspecto da celulite. OBJETIVO: Realizar através de uma revisão de literatura os benefícios da Carboxiterapia no tratamento da HLDG. METODOLOGIA: Para a realização do presente trabalho realizou-se um levantamento bibliográfico, por meio de artigos científicos e sites de busca como Scielo, Bireme e Pubmed. RESULTADO: Os estudos relacionados a Carboxiterapia serão discutidos e argumentados através do levantamento bibliográfico de vários estudos da área. CONCLUSÃO: Acredita-se que por meio da revisão da literatura pertinente os profissionais e acadêmicos de fisioterapia dermatofuncional, possibilitar-se-á mais subsídios teóricos sobre a técnica para auxiliar no tratamento da HLDG, justificando a realização do presente trabalho.
Publicado
2017-08-02
Como Citar
CARRIJO, Natalia Rodrigues; CAMILO, Fabiana Cristina Souza Mendes. OS BENEFÍCIOS DA CARBOXITERAPIA NA HIDROLIPODISTRIFIA GINÓIDE: UMA REVISÃO DA LITERATURA. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, ago. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2550>. Acesso em: 24 set. 2017.