O PAPEL DO FISIOTERAPEUTA NO AUXÍLIO DO PROFESSOR NA INCLUSÃO ESCOLAR

  • Kaiene Vitória Salles de Oliveira COSTA
  • Natália Marques PESSOA
  • Silvia Cristina CHAGAS
  • Fabiana Cristina Souza Mendes CAMILO
Palavras-chave: Portadores de deficiência, Fisioterapia, Inclusão escolar

Resumo

INTRODUÇÃO: Sabe-se que a exclusão de crianças portadoras de algum problema físico no Brasil é muito antiga e que o direito a essa inclusão é pouco garantido, tanto pelo ambiente quanto pela preparação dos profissionais que irão assistir essas crianças. O exercício da fisioterapia em escolas e creches é assegurado pelo código de ética profissional, tal motivo é o que justifica o estudo, que tem como problematização relatar a execução de técnicas e métodos fisioterápicos com finalidade de auxiliar o professor no trabalho com crianças especiais. OBJETIVO: Demonstrar a importância da fisioterapia como parte de uma equipe multidisciplinar no auxílio do professor com crianças especiais, com intuito de auxiliar na aprendizagem e no manejo destas crianças. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa de descritiva de campo, sendo a amostra composta por professores da rede municipal de ensino e crianças de ambos os sexos, portadoras de necessidades especiais matriculadas na rede municipal de ensino. Após os consentimentos dos responsáveis os professores serão instruídos dos manejos e as crianças avaliadas antes e após a orientação dos professores. RESULTADO: Os resultados serão analisados e apresentados em forma de tabelas e gráficos, com considerações obtidas após análise e tabulações estatísticas do estudo. CONCLUSÃO: Acredita-se que a fisioterapia possa auxiliar o professor no manuseio e posicionamento da criança portadora de deficiência física bem como orientá-la no uso de equipamentos, mobiliário e dispositivo de suporte.
Publicado
2017-08-02