MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DE IINCONTINÊNCIA URINÁRIA FEMININA POR ESFORÇO

  • Deníse Ruiz MIRANDA
  • Gislaine Patriciade Oliveira CUSTODIO
  • Vanessa Cristina da Silva RUIZ
  • Máira Daniéla dos SANTOS

Resumo

INTRODUÇÃO: O assoalho pélvico é formado por músculos, ligamentos e fáscias, suas funções são sustentar e suspender os órgãos pélvicos e abdominais. Com sua função deficiente pode ser um fator etiológico para a incontinência urinária. OBJETIVO: Descrever os efeitos do método Pilates no tratamento sintomatológico da incontinência urinária feminina por esforço, elucidando os efeitos e resultados obtidos da aplicação do método. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica. Para obtenção das informações necessárias ao desenvolvimento desse estudo, foi realizado um levantamento bibliográficono período de 2008 a 2015, no Google na temática proposta. RESULTADO: Durante anos a abordagem cirúrgica representou a solução clássica para estes desconfortos, porém, tem surgido grande interesse por tratamentos conservadores como o Pilates, mostrando vários benefícios nesta área. CONCLUSÃO: Pode-se concluir que, o método Pilates, é eficaz apresentando diversos aspectos positivos como flexibilidades, coordenação, equilíbrio geral do corpo, ganho de força e resistência dos músculos do assoalho pélvico, favorecendo na melhora da qualidade de vida dos pacientes.
Publicado
2017-08-02
Como Citar
MIRANDA, Deníse Ruiz et al. MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DE IINCONTINÊNCIA URINÁRIA FEMININA POR ESFORÇO. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, ago. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2538>. Acesso em: 24 set. 2017.