GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DO HOSPITAL REGIONAL DE ILHA SOLTEIRA - SP

  • Adriana AkemiKurihara SHIBAKURA
  • Débora Maria dos Santos MORAES
  • Marcia Cristina NOBUKUNI
Palavras-chave: Resíduos em saúde, Serviços de saúde, Gerenciamento

Resumo

INTRODUÇÃO: Devido a atual evolução tecnológica e em decorrência de uma forte industrialização que a humanidade vem passando, uma série de problemas ambientais e sociais vem se estabelecendo, dentre os aspectos negativos ressalta-se o crescimento potencial de geração de resíduos. Na área de saúde destaca-se a geração de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) nas unidades hospitalares, havendo desta forma a necessidade de planos de gerenciamento. OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo analisar o gerenciamento dos RSS do Hospital Regional de Ilha Solteira - SP (HR) e sua correspondência com a legislação vigente. METODOLOGIA: Os procedimentos metodológicos adotados para a realização da pesquisa basearam-se na revisão da literatura, na elaboração e aplicação de formulário check-list específico, em visitas técnicas, no acompanhamento de coletas nos setores geradores de RSS. RESULTADO: Com a análise do gerenciamento dos RSS foi possível avaliar a devida eficiência, proporcionando redução de custos, prevenção de acidentes, e danos ambientais. CONCLUSÃO: Dentre as etapas analisadas, a fase de segregação mostrou-se especialmente relevante, pois a maioria dos problemas que envolvem os RSS poderiam ser minimizadas com a implantação de uma correta segregação nos setores geradores, reduzindo o volume gerado, e não misturando resíduos perigosos com não perigosos, reduzindo desta forma os custos do tratamento. Destaca-se ainda neste trabalho a necessidade dos estabelecimentos assistenciais à saúde gerenciar corretamente os resíduos gerados, visto a importância do cumprimento das resoluções, normas e leis vigentes.
Publicado
2017-08-02