DIABETES MELLITUS TIPO 2 NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

  • Fernanda Faelen MARTINS
  • Divina Raquel de ALMEIDA
  • Fernanda Karoline Furtado LOREDO
  • Elisandra de Mello DÉO

Resumo

INTRODUÇÃO: O Diabetes Mellitus tipo 2(DMT2) é uma doença metabólica caracterizada pela combinação da resistência a ação da insulina, com a incapacidade da célula beta de manter uma secreção adequada. Geralmente há uma maior pré-disposição na faixa etária acima dos 40 anos, porém nos últimos anos, ouve um aumento no número de crianças com ganho de peso excessivo que são diagnosticadas com a doença. OBJETIVO: Este trabalho teve como objetivo analisar as causas do diabetes infantil e verificar a melhor forma de tratamento para essa patologia. METODOLOGIA: Para realização deste trabalho foram utilizadas pesquisas bibliográficas em revistas e artigos científicos que abordam temas sobre diabetes infantil, seu tratamento e sua influência no organismo das crianças, como a relação do ganho de peso infantil com a DMT2. RESULTADO: Através dos estudos realizados, pode-se verificar que as alterações no estilo de vida das crianças tem sido o fator responsável pelo aumento da incidência do DMT tipo 2. As comodidades advindas da industrialização e do desenvolvimento tecnológico colaboraram para o sedentarismo e a adoção de hábitos alimentares inadequados, o que contribuiu para o ganho de peso e desenvolvimento do diabetes infantil. O controle da glicemia é o melhor caminho para o tratamento da doença, principalmente através de uma alimentação equilibrada e de qualidade. CONCLUSÃO: Conclui-se que o tratamento consiste em mudanças no estilo de vida, incluindo modificações que propiciem a perca de peso e estímulos à prática de atividades físicas regulares. Recomenda-se que todos da família tenham hábitos alimentares melhores e realizem exercícios em conjunto ou individualmente.
Publicado
2017-08-01
Como Citar
MARTINS, Fernanda Faelen et al. DIABETES MELLITUS TIPO 2 NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, ago. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2501>. Acesso em: 26 set. 2017.