BENEFÍCIOS DO PILATES NAS ALTERAÇÕES MUSCULOESQUELÉTICAS NO PERÍODO GESTACIONAL

  • Luiz Henrique Vieira SANTOS
  • Luana Ferreira SILVA
  • Mayara Marques de AZEVEDO
  • Lara Helena Fernandes de CARVALHO
  • Máira Daniéla dos SANTOS
Palavras-chave: Gestação, Disfunções musculoesqueléticas, Pilates

Resumo

INTRODUÇÃO: Durante o período gestacional o corpo da mulher passa por várias modificações para que haja o adequado desenvolvimento fetal. Assim com a movimentação do útero e aumento das mamas há uma modificação do centro da gravidade, ajuste esse necessário para manter o equilíbrio corporal, o que altera a curvatura da coluna surgindo assim à cifose e a lordose lombar. Além disso, amplia-se a base de sustentação da cintura escapular, sendo as escápulas projetadas para trás o que proporciona deambulação semelhante a dos gansos (marcha anserina) com os passos curtos, pés afastados e discreta báscula da bacia. Tais modificações decorrem à custa da utilização de um complexo sistema muscular não adaptado para tarefa extra, por tal motivo surge o cansaço muscular acarretando dores cervicais e lombares, referidas em 50% das gestantes. OBJETIVO: Verificar a eficácia do método pilates nas disfunções musculoesqueléticas decorrentes do período gestacional. METODOLOGIA: Adotou-se um estudo bibliográfico de caráter descritivo e utilizando a temática em questão. RESULTADO: Alivia dor lombar, promove ganho de flexibilidade e alongamento. CONCLUSÃO: Verificou-se então que o método Pilates possui vários benefícios, dentre eles  destacam-se aumento da força muscular abdominal dando maior apoio às vísceras e, permitindo melhor mobilidade e estabilidade à coluna vertebral, o que causa alivio as dores, melhora da circulação, aumenta o relaxamento, contribuindo assim para o preparo do trabalho de parto e recuperação no pós parto.
Publicado
2017-07-31