ANÁLISE DOS HÁBITOS ALIMENTARES ENQUANTO COMPORTAMENTOS CULTURALMENTE PRODUZIDOS

  • Jéssica Silva VILARINHO
  • Kaísa Silva FARIA
  • Regina Maria de SOUZA
Palavras-chave: Hábitos alimentares, Comportamento cultural, Saúde

Resumo

INTRODUÇÃO: A alimentação envolve significados que englobam desde questões culturais até individuais. Nas práticas alimentares, procedimentos relacionados à preparação de alimentos e seu consumo estão presentes, subjetivamente, na identidade cultural, na condição social, na realidade, na memória familiar e no cotidiano, garantindo a sobrevivência humana. Quando se trata de hábitos alimentares, deve-se averiguar o que leva determinada população a assimilar determinados hábitos. Este fato está ligado à relação que os indivíduos estabelecem entre alimentação saudável, promoção de saúde e prevenção de doenças. OBJETIVO: Este artigo procura investigar os hábitos alimentares como ações individuais, construídas e reproduzidas socialmente e a sua relação com a saúde do indivíduo. METODOLOGIA: Foi utilizada revisão bibliográfica, com consulta à literatura especializada. RESULTADO: Os hábitos alimentares interferem na qualidade de vida de uma população e determina de forma significativa as principais doenças e deficiências nutricionais que são desencadeadas pelo consumo dos alimentos que englobam a dieta de um grupo social determinado. CONCLUSÃO: Torna-se relevante compreender valores culturais da alimentação presente nas relações sociais e históricas, pois não há alimentação sem contexto sociocultural e não há Nutrição sem linguagem. Dessa forma, pode-se afirmar que os hábitos alimentares se transformam em hábitos culturais que integram o modo de viver de um grupo social e interfere diretamente na prevalência de doenças.
Publicado
2017-07-31