A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA TERCEIRA IDADE

  • Caroline Santana da COSTA
  • Nathalia Silva AMARAL
  • Thaís Regina LEDESMA
  • Vanessa Dias de OLIVEIRA

Resumo

INTRODUÇÃO: De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde até o ano de 2025, o Brasil será o sexto país do mundo, em número de idosos, com o aumento da expectativa de vida é necessário um acompanhamento para promover a melhoria e manutenção da saúde e qualidade de vida. A qualidade de vida e o envelhecimento saudável requerem uma compreensão mais abrangente e adequada de um conjunto de fatores que compõe o dia a dia do idoso. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é descrever sobre a importância da educação em saúde na terceira idade. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo descritivo de revisão de literatura. RESULTADO: As ações educativas podem estimular mudanças no estilo de vida, fornecendo conhecimento, propiciando também, o aprendizado de novas formas de cuidar, dando oportunidades para resgatar o bem-estar físico e emocional. A equipe de enfermagem visa a promoção, a manutenção e a recuperação do seu processo natural de envelhecimento, de modo a propiciar uma melhor qualidade de vida. CONCLUSÃO: Cabe a enfermagem realizar ações educativas a fim de ensinar, apoiar e estimular a promoção de saúde, de acordo com as necessidades básicas encontradas em cada idoso, buscando sempre o bem-estar e a qualidade de vida dos mesmos. A sistematização de assistência de enfermagem vem contribuindo, e muito, para a melhoria da qualidade de assistência.
Publicado
2017-07-25
Como Citar
COSTA, Caroline Santana da et al. A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA TERCEIRA IDADE. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, jul. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2464>. Acesso em: 24 set. 2017.