A IMPORTÂNCIA DA CINESIOTERAPIA PARA ATENUAR AS ALTERAÇÕES MÚSCULO-ESQUELÉTICAS DECORRENTES DO ENVELHECIMENTO

  • Viviane dos Santos da Silva de OLIVEIRA
  • Gabriel RIBEIRO
  • Alexandra Marquezin Saraiva do NASCIMENTO
Palavras-chave: Idosos, Cinesioterapia, Envelhecimento, Músculo-esquelético

Resumo

INTRODUÇÃO: O envelhecimento é um fenômeno universal e fisiológico que atinge idades avançadas da vida, o que torna os adultos íntegros em idosos debilitados, ocorrendo alterações fisiológicas em órgão e sistemas. Essas modificações geram alterações músculo-esqueléticas havendo diminuição no comprimento, elasticidade e número de fibras; também é notável a perda de massa muscular e elasticidade dos tendões e ligamentos (tecidos conectivos) e da viscosidade sinovial. Á medida que o organismo envelhece ocorre algumas alterações características como a diminuição da produção de algumas células que renovam os tecidos do sistema músculo-esquelético, sendo fatores como alterações do metabolismo e mudanças de níveis hormonais. OBJETIVO: Descrever como a cinesioterapia pode atenuar na degradação músculo-esquelética. METODOLOGIA: O presente estudo trata-se de uma pesquisa bibliográfica que tem como objetivo demonstrar que a cinesioterapia consegue atenuar a degradação músculo-esquelética no envelhecimento. RESULTADO: A cinesioterapia tem o papel importante nesse processo de senescência do sistema músculo-esquelético, já que minimiza seus efeitos, retardando as possíveis complicações. CONCLUSÃO: A fisioterapia apresenta uma missão de identificar e reconhecer as deficiências associadas a um envelhecimento normal, para que através da explicação de meios terapêuticos físicos, na prevenção, na eliminação ou melhoras dos estudos patológicos do homem.
Publicado
2017-07-25