INFLUÊNCIA DA CONCENTRAÇÃO DE AÇÚCAR REDUTOR NO CRESCIMENTO CELULAR E PRODUÇÃO DE BIOETANOL POR SACCHAROMYCES CEREVISIAE A PARTIR DE HIDROLISADO DA CASCA DE MANDIOCA

  • Ágata Silva CABRAL
  • Sharon Benilde Villegas RODRIGUEZ
  • Suhelen Tannús de ALMEIDA
  • Crispin Humberto Garcia CRUZ

Resumo

INTRODUÇÃO: Leveduras são aplicadas em grande escala na produção de bioetanol, onde o rendimento obtido pela estirpe constitui parâmetro importante na busca por processos industriais economicamente viáveis. Devido ao seu caráter renovável, abundante e de baixo custo, resíduos agrícolas (como cascas de mandioca) podem ser utilizados para tal finalidade. OBJETIVO: Determinar a produção de bioetanol e crescimento celular da levedura em meios com baixa e alta concentração de açúcares fermentescíveis provenientes do hidrolisado de casca de mandioca. METODOLOGIA: Hidrólise ácida de casca de mandioca (2% H2SO4 a 121ºC durante 10 minutos). O hidrolisado obtido foi utilizado como meio de cultura com açúcares redutores padronizados em 25g/L e 75g/L representando baixa e elevada concentração, respectivamente. As fermentações decorreram por 12 horas, 0 rpm e 35ºC, pH 6,5, inóculo inicial 0,18g. Alíquotas foram retiradas para análise de açúcar redutor e crescimento celular por espectrofotometria, e quantificação de etanol por cromatografia gasosa. RESULTADO: A partir da primeira concentração de açúcar redutor (25g/L) obteve-se 10,46g/L de etanol e 3,11g de levedura. Já a partir da concentração de 75g/L foi quantificado 10,93g/L de etanol e 2,53g de levedura. O rendimento para a conversão de glicose em etanol entre o primeiro (92,08%) e o segundo teste (43,75%) mostraram que quando o substrato é fornecido em excesso, o mecanismo de produção de etanol nas células é retardado devido ao estresse osmótico. CONCLUSÃO: Hidrolisado de casca de mandioca hiper-concentrado (75g/L) não apresentou boa produção de etanol devido à inibição microbiana por estresse osmótico, onde o crescimento da cultura prosseguiu lento e foi afetado.
Publicado
2017-07-24
Como Citar
CABRAL, Ágata Silva et al. INFLUÊNCIA DA CONCENTRAÇÃO DE AÇÚCAR REDUTOR NO CRESCIMENTO CELULAR E PRODUÇÃO DE BIOETANOL POR SACCHAROMYCES CEREVISIAE A PARTIR DE HIDROLISADO DA CASCA DE MANDIOCA. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, jul. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2454>. Acesso em: 23 set. 2017.