LEVANTAMENTO FLORÍSTICO DAS ESPÉCIES ARBÓREAS DA ÁREA DE REFLORESTAMENTO DO CAMPUS II DA FUNEC - SANTA FÉ DO SUL/SP

  • Fernanda Yukari MITSUMORI
  • Natállia Magri de SOUZA
  • Patricia MONTANHA
  • Douglas Costa Costa MARTINS
Palavras-chave: Levantamento florístico, Arbóreas, Recomposição florestal

Resumo

INTRODUÇÃO: O reflorestamento é um processo de recuperação de áreas degradadas pela força da natureza ou por ação humana. As áreas de reflorestamento são de grande importância para a recuperação das matas nativas e a identificação das espécies existentes no local representa uma importante etapa no conhecimento do ecossistema para estudos futuros. Para identificar as espécies que existem em um determinado local é feito o levantamento florístico que consiste em realizar uma lista completa das espécies de vegetais existentes em uma determinada área. OBJETIVO: Com base nessa problemática, esse trabalho objetivou desenvolver um levantamento das espécies arbóreas existentes da Área de Reflorestamento do Campus II da Funec - Santa Fé do Sul/SP classificando-as de acordo com papel que desempenham na sucessão ecológica como: pioneiras, secundárias e clímax. METODOLOGIA: Para realização desse trabalho foram realizadas as identificações do extrato arbustivo das espécies encontradas no Campus. RESULTADO: Foram identificados 575 espécies pertencentes a 27 famílias. A partir das espécies identificadas pode-se verificar que as famílias Fabaceae, Anacardiaceae, Bignonaceae e Verbenaceae apresentam 65,4%, do total, sendo as mais representativas, e os outros 34,6% estão divididos em 22 famílias, além da presença de algumas espécies exóticas. Foram identificados na sucessão ecológica 58,87% de pioneiras, 43,83% de secundárias, 2,43% de clímax e 0,87% não classificadas. CONCLUSÃO: Dessa maneira, os resultados mostram que na recomposição florestal no Campus II não foram mantidos a sucessão ecológica, pois há pouca presença das plantas clímax.
Publicado
2017-07-24