ANÁLISE DA CONTAMINAÇÃO MICROBIANA NAS ETAPAS DE PROCESSAMENTO E FERMENTAÇÃO DA CANA DE AÇÚCAR EM UMA USINA SUCROALCOOLEIRA

  • Juliano Motta RODERO
  • Anielo RODRIGUES
  • Andreia Estela Moreira de SOUZA

Resumo

INTRODUÇÃO: O Brasil possui cerca de 400 usinas sucroalcooleiras, sendo o estado de São Paulo responsável por cerca de 60% da produção nacional. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi quantificar a contaminação bacteriana nas diferentes fases de processamento em uma usina sucroalcooleira e identificar quais gêneros competem no processo fermentativo. METODOLOGIA: Na produção de etanol, o caldo passa por tratamento térmico e decantação, sendo então resfriado e enviado para as dornas de alimentação, nas quais adiciona-se fermento. Nessa fase pode ocorrer contaminação por bactérias que competem com a levedura pela glicose e frutose, podendo reduzir a produção. RESULTADO: Para isto, foram coletadas amostras nas fases: entrada e saída do decantador, entrada e saída do trocador de calor e no anel visando analise do pH, viabilidade e contaminação microbiana.Para identificação das bactérias contaminantes, 0,2ml das amostra foram inoculadas em meio de cultura ágar BHI ("Brain Heart Infusion Agar"), incubadas a 37°/24 horas e  coloração de Gram das colonias. O pH variou de 4,5 a 4,6, sendo que a acidificação previne a contaminação.A viabilidade das leveduras apresentou valores de 92,50% a 90,60%, estando adequada aos padrões. Maior contaminação bacteriana foi encontrada na fase de entrada do decantador, sendo 10 (expoente7) UFC, diminuindo com a redução de pH e acréscimo bactericida monensina a 18%. CONCLUSÃO: Pela analise microscópica detectou-se cocos Gram positivos dos gêneros Leuconostoc e Lactobacillus, principais contaminantes do processo e bacilus Gram negativos, Klebsiella e Enterobacter. As bactérias competem com a levedura Saccharomyces cerevisiae pelo substrato, ocasionando prejuízos no rendimento e produtividade da usina.
Publicado
2017-07-24
Como Citar
RODERO, Juliano Motta; RODRIGUES, Anielo; SOUZA, Andreia Estela Moreira de. ANÁLISE DA CONTAMINAÇÃO MICROBIANA NAS ETAPAS DE PROCESSAMENTO E FERMENTAÇÃO DA CANA DE AÇÚCAR EM UMA USINA SUCROALCOOLEIRA. ANAIS DO FÓRUM DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FUNEC, [S.l.], v. 7, n. 7, jul. 2017. ISSN 2318-745X. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=forum&page=article&op=view&path%5B%5D=2443>. Acesso em: 24 set. 2017.