UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS PARA O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO (TEA)

  • Amélia de Lourdes Nogueira da FONSECA Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Maria Romilde Ribeiro MORI Supervisora Pibid Pedagogia Fisa/Funec da Escola Elisabeth Maria Cavaretto
  • Alana Cristielen JORGE Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Laiza Pereira POI Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Tatiane Lucrécia PAIXÃO Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
  • Tayná Fernanda Lopes de OLIVEIRA Fundação Municipal de Educação e Cultura - Funec
Palavras-chave: Autismo. Tecnologias Digitais. Interação Social.

Resumo

RESUMO O autismo é considerado como uma das síndromes mais desconcertantes e desafiadoras da contemporaneidade. De origem múltipla, muitos estudiosos e pesquisadores consentem que os déficits expostos nas interações sociais e de comunicação, seja verbal ou não verbal, são suas principais características. Partindo deste princípio, o presente trabalho tem como objetivo a utilização de tecnologias digitais com o intuito de promover a interação social, a evolução da linguagem oral e a aprendizagem em crianças com TEA (Transtorno do Espectro Autista). A metodologia utilizada foi a qualitativa explicativa, por meio de interpretações e comparações dos fatos analisados.  Para isso, foi realizado um estudo de caso (preliminar) com um aluno da E. M. Profª Elisabeth M. Cavaretto na cidade de Santa Fé do Sul - SP. Foram desenvolvidas atividades utilizando programas básicos do computador, como Word, PowerPoint e Paint, além de jogos computacionais. Observou-se que após o desenvolvimento das atividades envolvendo as tecnologias digitais, o aluno apresentou melhora no contato visual e na interação com outras crianças, diminuindo o grau de agressividade, que lhe é natural e, também, na realização das atividades pedagógicas propostas.  Mesmo se tratando de um estudo preliminar, pois outros parâmetros ainda serão avaliados, pode-se concluir que o meio digital se mostrou uma excelente ferramenta para a evolução de crianças autistas, uma vez que, houve ganhos cognitivos e interacionais, e novas propostas de intervenção serão estudadas.      
Publicado
2017-06-02