O IMPACTO PSICOLÓGICO NO DIAGNÓSTICO DE HIV/AIDS EM ADULTOS

  • Lisandrea Tozo TASCANO
  • Carlos de Paula PORTELA

Resumo

O presente trabalho teve como enfoque a pandemia de AIDS, seu histórico no mundo e no Brasil e a realidade vivenciada por indivíduos acometidos pelo vírus HIV, bem como o impacto psicológico causado nos mesmos frente à revelação do diagnóstico de HIV/AIDS. O trabalho apresenta pesquisa narrativa bibliográfica descritiva que inclui características do enfrentamento da doença a qual, ainda nos dias atuais, está associada a inúmeros tabus e representações sociais. Assim, este estudo evidenciou a importância das consequências adversas na vida do soropositivo, das discriminações, dos estigmas, exclusão social, crenças disfuncionais, perdas e sensação de sentença de morte imediata. Foram abordados o sofrimento psíquico, as perdas sofridas e os principais transtornos psicológicos desenvolvidos mediante a revelação do diagnóstico. Por último, são apresentadas as formas psicológicas de intervenção, em especial, aquelas em que há acolhimento e escuta terapêutica em técnicas da terapia cognitivo-comportamental, as quais podem ampliar as redefinições de vida, o bem-estar físico e psíquico e a melhoria da qualidade de vida nesses indivíduos que convivem com o vírus HIV/AIDS.
Publicado
2017-04-03
Como Citar
TASCANO, Lisandrea Tozo; PORTELA, Carlos de Paula. O IMPACTO PSICOLÓGICO NO DIAGNÓSTICO DE HIV/AIDS EM ADULTOS. ANAIS DA SEMANA DE PSICOLOGIA / CONFERÊNCIA DE ESTUDOS PSICOLÓGICOS, [S.l.], v. 3, n. 3, abr. 2017. ISSN 2358-5455. Disponível em: <http://seer.funecsantafe.edu.br/index.php?journal=ASP&page=article&op=view&path%5B%5D=2372>. Acesso em: 23 set. 2017.